Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vida Colorida

Um sítio onde escrevo sobre as cores que pautam a minha vida

Um sítio onde escrevo sobre as cores que pautam a minha vida

Vida Colorida

11
Jul10

Exausta....

Vida Colorida

Sinto-me fisica e mentalmente cansada...

 

É verdade que graças ao emprego novo ando exausta... mesmo quando chego a casa 1h e tal/2horas depois do que seria "suposto" ainda tenho trabalho para fazer, portanto limito-me a jantar, estou meia-horita a brincar com o meu principe e sou obrigada a voltar a pensar em trabalho durante mais 2/3 h... é verdade que este calor abrasador sempre me baixou muito a tensão, o que faz com que me sinta mal mas é mais do que isso...

 

Sinto-me esgotada... as noites mal dormidas, uns problemas familiares, o cansaço do trabalho (ao qual é adicionada a desmotivação de, mesmo estando a "matar-me" a trabalhar e graças a isso estar a dar pouca atenção ao meu filhote, ainda assim a minha chefe estar a tentar passar a ideia a toda a gente de que sou incompetente e desinteressada...)

 

Mas o que me está a deixar ainda pior é não saber mais o que fazer com o meu pequenote... Sinto-me que estou a perder completamente o controlo da situação...

 

Ele sempre foi um bebé muito mexido, daqueles que nunca parou quieto em lado nenhum... está sempre a correr de um lado para o outro a tentar fazer mais uma travessura... sempre considerei normal e sentia-me bastante orgulhosa porque é notório que o meu principe é um bebé feliz...

 

 

Mas agora as coisas estão a tomar diferentes proporções... Nunca fui adepta de bater nas crianças como forma de educar, por isso e apesar de considerar que uma palmadinha na hora certa não faz mal a ninguém, a verdade é que como estou tão pouco tempo com ele por causa do trabalho (no emprego anterior estava mais em casa mas ainda assim muito menos do que seria desejável e do que gostaria...), ameaço mais em dar a palmada do que dou efectivamente.... Resultado? Actualmente se ralo com ele ou digo que vou dar uma palmada, o meu traquinha ri-se na minha cara... sim, eu sei que está a gozar comigo e fico possessa com isso, zango-me novamente mas mesmo que chegue a dar a tal palmadinha ainda assim não resulta...

 

Pode parar o que está a fazer mas 2 segundos depois ja voltou ao mesmo... o que se torna extremamente desgastante...

 

Sair com ele para ir a casa de alguém é um tormento ainda maior... as pessoas dizem-me que me preocupo demais, que as crianças são todas assim mas eu sei que não são... o meu bebé já conseguiu deitar um Lcd ao chão... ja pôs a mesma roupa a lavar 2 vezes (é de salientar que a roupa já estava lavada, portanto lavou 3 vezes), atirou várias vezes ao chão o intercomunicador do prédio... e tudo isto em casa de pessoas com quem eu tinha pouquíssima confiança...

 

A semana passada fomos à praia, quando estávamos de regresso ao carro o meu filho resolveu fazer uma daquelas birras de ficar toda a gente a olhar... atirou-se para o chão, começou aos gritos e atirou a cabeça para trás várias vezes... claro está que bateu com a cabeça no chão e ainda chorou mais (tudo isto porque tentou ir para a estrada e eu não deixei)... quando fui pegar nele ao colo fez ainda pior e bateu com a cabeça no chão prepositadamente várias vezes... nesta altura já estavam pessoas a olhar mas estavam principalmente agentes da GNR a olhar para aquele "espectáculo".... a minha sorte foi que eles me viram passar com o meu traquinas ao colo antes da birra e viram a cena toda desde de início...porque senão, o mais provável seria pensarem que eu estava a tratar mal o meu principe...

 

Estas são apenas algumas das minhas "cenas" que me fazem andar assim triste, desorientada, sem saber o que fazer para contrariar esta situação... ele é demasiado pequeninho para entender grandes explicações sobre como se deve comportar e bater-lhe também não me parece solução (até porque não funciona)...

 

Sinto-me extremamente esgotada e cada vez mais sinto vontade de me isolar, de não ir com ele a casa de ninguém (até porque não consigo divertir-me 5 minutos sequer porque passo o tempo todo a correr atrás dele para evitar que parta alguma coisa e ainda se magoe)...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub